Dieta do ovo

blank
Mate o sedentarismo
Setembro 2, 2020
blank
Abdominais oblíquos
Setembro 22, 2020

Para muitos é um vilão, para outros um alimento completo. Controvérsia à parte conheça melhor a dieta do ovo e se é algo que vale a pena experimentar.

DATA: Setembro 2020
AUTOR: Rui Madeira | Saúde

Cada vez mais, o ovo tem despertado o interesse de nutricionistas e investigadores, segundo um artigo da Bwizer. Nesse âmbito, a dieta do ovo é um regime alimentar popular que promete uma rápida perda de peso.

Mas será mesmo eficaz?

Esta dieta implica o consumo deste ingrediente na alimentação diária, juntamente com outras proteínas limpas, vegetais e frutas.

Idealmente o ovo deve ser consumido cozido, de tal forma que a dieta é normalmente conhecida precisamente por dieta do ovo cozido. Isto acontece, porque este modo de confeção não altera o valor calórico do alimento.

- 4 Benefícios da dieta do ovo

Trata-se de um alimento bastante saciante, o que em muito abona a seu favor, além de ser rico em diversos nutrientes essenciais ao organismo. Por isso, para quem deseja perder peso, esta pode ser uma alternativa a considerar.

Conheça algumas vantagens:

1. AJUDA A PERDER PESO

Visto que o ovo contém proteína, vitaminas e minerais concentrados em poucas calorias, este alimento ajuda na perda de peso, quando se sobrepõem a e substitui outros alimentos.

2. DIETA BASEADA NUM ALIMENTO FUNCIONAL

Um alimento funcional fornece não só nutrientes básicos, como também substâncias benéficas para o organismo. No caso do ovo, falamos de vitamina B12 e vitamina A, excelentes para a memória, visão e sistema imunológico; e minerais, magnésio e cálcio, que permitem a prevenção de doenças como osteoporose.

3. ALIMENTO ACESSÍVEL

É um alimento de produção rápida e barata, o que faz com que tenha um preço de venda ao público bastante atrativo também, até mesmo na vertente biológica.

4. ALIMENTO MUITO VERSÁTIL

Ainda que deva ser privilegiado o consumo de ovo cozido, este alimento tem várias formas de confeção, igualmente saborosas e pode integrar diferentes tipos de refeições, seja pequeno-almoço, refeição principal ou lanche.

Desvantagens da dieta do ovo:

Apesar da dieta do ovo ser elogiada pela rápida perda de peso que alcança, também é criticada por ser extremamente restrita e eliminar várias comidas, tais como: Batatas, bananas, fruta seca, pão, massa, etc.

Isto torna a dieta difícil de manter (devido ao défice calórico grande e restrições de grupos de comida) e também faz com as pessoas sintam pouca energia ao longo do dia.

CONCLUSÃO

Vale a pena seguir a dieta do ovo?

Se o seu objetivo é perder peso, não precisa de seguir a dieta do ovo, pois é bastante restrita e é algo que (provavelmente) não conseguirá manter a longo prazo.

O mais importante é a monitorização de calorias. Não importa se come ovos ou não para perder peso. O que importa é consumir menos calorias do que aquelas que gasta!

Os ovos são uma boa escolha para ter na sua alimentação, não há que negar. É um alimento baixo em calorias e bastante saciante, assim como alimentos ricos em proteína (bifes de frango e peru, assim como o atum por exemplo).

Tudo depende do ponto onde começa. Se pretende perder peso, faça mudanças progressivas. Talvez na primeira semana remova os refrigerantes calóricos. Depois, elimine a fast food e comece a fazer exercício de baixa intensidade. E assim progressivamente…

Faça melhorias contínuas ao seu plano de alimentação, não mudanças drásticas, pois estas não são sustentáveis (na maioria das vezes).

Para perder peso apenas precisa de consumir menos calorias do que aquelas que gasta e o exercício físico ajuda-o(a) a gastar mais calorias.

A dieta do ovo é uma dieta temporária. Procure encontrar um plano de alimentação que consiga manter a longo prazo.

A RM Trainer segue a ideia destas nutricionistas. Equilíbrio será a palavra-chave, tanto na alimentação como na adoção de um estilo de vida saudável onde será fundamental aliar o exercício físico.