Osteoporose e o exercício físico

blank
Índice glicémico dos alimentos
Novembro 23, 2021
blank
Treino Personalizado em Lisboa
Dezembro 8, 2021

Em Portugal, estima-se que a osteoporose afecte cerca de 500 mil pessoas.

DATA: Novembro 2021
AUTOR: Rui Madeira | Saúde

A RM Trainer achou por bem abordar este tema e dar a conhecer quais as melhores práticas para combater esta limitação, que afecta tantos.

De acordo com Bruce, C. (2020) num artigo da Tuasaude.com, os melhores exercícios para a osteoporose serão aqueles que ajudam a aumentar a força muscular, ossos e articulações e a melhorar o equilíbrio, pois dessa forma será possível prevenir deformidades e fracturas ósseas, melhorando a qualidade de vida da pessoa.

Assim, alguns dos exercícios que podem ser indicados são caminhadas, dança e alguns exercícios de musculação, por exemplo, pois são atividades de menor impacto e que promovem o fortalecimento ósseo.

Além dos exercícios, é importante também que a pessoa tenha uma alimentação saudável e equilibrada e rica em cálcio, além de também ser importante fazer uso dos medicamentos que possam ter sido indicados pelo médico.

É importante que os exercícios sejam feitos sob o acompanhamento de um profissional de educação física ou do fisioterapeuta, pois assim será possível prevenir complicações. Alguns dos exercícios que podem ser indicados no tratamento e prevenção da osteoporose são:

Caminhada- uma ótima opção, pois além de ser de baixo impacto ajuda a aumentar a densidade óssea, fazendo com que os ossos fiquem mais fortes e, assim, diminuindo o risco de fracturas. Além disso, a caminhada ajuda a melhorar o equilíbrio e a coordenação motora, diminuindo o risco de quedas e, consequentemente, de fracturas. É recomendado que a caminhada seja feita todos os dias por pelo menos 30 minutos.

Dança- também ajuda a prevenir a osteoporose, pois trabalha diretamente sobre os ossos das pernas, coxa e coluna, ajudando a retardar a perda de minerais nos ossos, além de melhorar a circulação sanguínea, a capacidade cardiorrespiratória e melhorar também a qualidade de vida.

Subir escadas- é também um ótimo exercício, já que estimula a produção de massa óssea. No entanto esse exercício não é recomendado para todas as pessoas, já que o impacto é um pouco maior. Assim, será importante consultar o ortopedista ou fisioterapeuta para saber se subir escadas será uma boa opção para o seu caso específico.

Musculação- uma excelente opção de exercício, pois exerce tensão nos músculos e ossos, ajudando a aumentar a densidade óssea e a fortalecer os ossos. Além disso o levantamento de peso é excelente para favorecer a formação de ossos fortes e saudáveis. No entanto é importante que a musculação (ou treino de força) seja feita sob supervisão de um profissional qualificado.

Hidroginástica- também ajuda a prevenir e tratar a osteoporose, pois também é capaz de favorecer a deposição de cálcio nos ossos e, consequentemente, fortalecer os ossos. Além disso, a hidroginástica também ajuda a melhorar a condição física, alivia o stress e a ansiedade e fortalece os músculos.

A fisioterapia é, muitas vezes, indicada com o objetivo de prevenir complicações, como deformações ósseas e fracturas e, por isso, costuma ser recomendada para pessoas que possuem maior nível de perda óssea. Assim, nas sessões de fisioterapia são realizados exercícios de alongamento e fortalecimento muscular, além de exercícios que ajudam a aumentar a amplitude das articulações.

A RM Trainer alerta que o ideal será sempre aconselhar-se com o seu médico para que lhe seja indicada a melhor solução para o seu caso específico.

A Osteoporose nunca deverá ser vista como um motivo para não efectuar nenhum tipo de exercício físico. Antes pelo contrário, existem fortes evidências que o exercício físico (como acima descrito) ajuda bastante na prevenção da mesma e na obtenção de uma maior qualidade de vida.