Pode fazer a maratona com peso a mais, se tomar alguns cuidados

Parceria Nathalie Charlot
Setembro 28, 2022
Como vencer a preguiça
Outubro 12, 2022
Show all
maratona lisboa 2022

Artigo de opinião de Rui Madeira, personal trainer, publicado no Jornal Postal a 29 de setembro de 2022: “Este ano a balança levou a melhor! Convenceu-o de que tem peso a mais e por isso deve ficar de fora, a ver os outros participantes a correr em direção à meta. Mas se seguir os conselhos e orientações individualizadas de um Personal Trainer vai conseguir preparar-se para correr de Cascais até Lisboa… em 2023!”

A data da EDP Maratona de Lisboa 2022 aproxima-se. É já no dia 9 de outubro que se realiza aquela que é considerada a maratona mais bonita do mundo. Com partida em Cascais e meta na Praça do Comércio, esta corrida oficial do calendário da Federação Internacional de Atletismo oferece um percurso idílico à beira mar, tanto para atletas amadores e profissionais com um corpo magro, seco e leve, como para runners com sobrepeso, mas muita coragem e perseverança para praticar uma atividade física intensa! É verdade que a corrida tem tendência para aumentar a frequência cardíaca e gerar maior impacto nas articulações, mas com a orientação correta, um atleta com mais peso pode competir à vontade, sem dores nem lesões. É que seja com dois ou três dígitos, o seu peso é apenas um número que não consegue passar uma imagem completa do quadro de saúde nem refletir o desempenho. Portanto, o peso ideal para correr é precisamente aquele que lhe devolveu a balança, mas para atingir o pódio há que treinar muito!

Cuidados para fazer a maratona com peso a mais

Se está com peso a mais é provável que fique atrás de corredores mais leves, mas que importa? Se o que privilegia é a prática da corrida, siga estas dicas a nível de cuidados antes, durante e depois da maratona.

  1. Cuidados antes da maratona

É claro que os treinos estão no topo da lista dos principais cuidados antes da maratona, ao lado dos alongamentos e da musculação. No entanto, se está acima do peso ideal, deve começar por consultar um médico para fazer todos os exames necessários, nomeadamente uma avaliação de IMC (Índice de Massa Corporal) e da taxa de gordura corporal, uma análise ao sangue (para verificar a glicose, triglicerídeos e colesterol) e uma ergoespirometria (para determinar o nível de aptidão física, funcionamento do coração e dos pulmões).

Se os resultados forem favoráveis à corrida, pode despedir-se do seu médico e procurar por um Personal Trainer profissional, capaz de lhe prescrever o melhor plano de treinos para conseguir correr a maratona sem riscos. Mas antes do primeiro treino, deve investir em roupas adequadas com tecidos respiráveis e em ténis de corrida com um bom amortecimento para absorver o impacto. Meio caminho andado (ou corrido) para atingir os melhores resultados.

E por fim, não deve fazer nenhum treino ou maratona de estômago vazio! Meia hora ou uma hora antes da partida, convém beber água e tomar uma refeição leve, mas rica em carboidratos para ganhar energia. Evite alimentos com alto teor de gordura e também legumes e produtos integrais antes da corrida, já que são de digestão mais difícil e podem causar desconforto durante o percurso.

  • Cuidados durante a maratona

Seguramente que vai fazer a maratona entretido a observar a magnifica vista litoral entre a cidade de Cascais e Lisboa, mas no entretanto é de todo aconselhável que comece devagar, para ganhar resistência, e depois ir aumentando o esforço e intensidade gradualmente. Nunca se esqueça que quanto mais pesado estiver o seu corpo, mais sofrem as articulações. E não se esqueça também de levar uma garrafa de água consigo. Se a hidratação é fundamental para atletas mais leves, imagine para pessoas que têm excesso de peso e transpiram mais!

Igualmente importante inspirar pelo nariz e expirar pela boca para respirar adequadamente durante a Maratona de Lisboa, evitar ficar sem fôlego e melhorar a sua performance. E no entretanto, use um monitor cardíaco para ir monitorizando o máximo de batidas cardíacas por minuto, a fim de evitar alguma sobrecarga do coração durante a corrida.

  • Cuidados depois da maratona

Concluiu a maratona? Parabéns! Receba os cumprimentos dos seus familiares e amigos, troque impressões com os outros participantes, tire as fotografias da praxe, pegue na sua medalha, mas não pare de andar! Continue a mexer-se por mais 10 a 15 minutos para fazer uma transição segura do “modo maratona” para o “modo normal”. A seguir, com a frequência cardíaca a descer gradualmente e a circulação sanguínea a voltar ao seu estado habitual, pode aproveitar para fazer um lanchinho, de preferência composto por hidratos de carbono e proteínas para reparar o tecido muscular e repor os níveis de açúcar no organismo. E por último, recupere! Embora seja desaconselhado correr durante alguns dias, se não quer arriscar acordar com dores lombares e sérias dificuldades em subir escadas, deve optar por exercícios de recuperação mais leves e relaxados, como caminhar ou andar de bicicleta.

Emagrecer a correr?

Com certeza! O maravilhoso mundo da corrida nunca fechou as portas a pessoas que, tal como você, estão acima do peso recomendado. Pelo contrário, correr é um dos exercícios físicos que mais queima gordura. Porém, é importante fazer alguns exames médicos, usar os acessórios apropriados, apostar numa alimentação saudável e seguir as orientações de um Personal Trainer, capaz de estabelecer um plano personalizado para perder peso, fortalecer a musculatura, dosear a intensidade dos treinos e definir metas… para cortar a meta ao lado dos outros atletas!

(ler em Jornal Postal)