Quando pára de treinar

Trabalho de casa
Julho 12, 2022
Dicas para férias ativas
Agosto 2, 2022

O que acontece com o seu corpo quando você para de se exercitar? Infelizmente, perder bons hábitos é muito mais fácil do que ganhá-los...

DATA: Julho 2022
AUTOR: Rui Madeira | Exercício

Embora, na opinião da RM Trainer, seja verdade que o impacto dessas consequências varie de acordo com a idade, o sexo e o tipo e a frequência com que o exercício foi realizado, abandonar a atividade não será uma boa ideia.

Seja qual for o motivo, a falta de atividade física fará com que o corpo perca parte do progresso feito. Segundo um artigo da revista Metropolitan, a ciência do desporto estudou muito bem as repercussões do abandono do exercício e a conclusão é que interromper a prática regular de exercícios favorece o envelhecimento lógico do organismo, em todos os sentidos.

Quanto tempo leva para perder a forma?

Quando a atividade é praticada com alguma frequência, a evolução física cresce exponencialmente; mas se parar de praticar, a regressão é ainda mais rápida. Embora seja verdade que isso dependerá de muitos fatores individuais, há vários especialistas que concordam que com apenas duas semanas todo o progresso alcançado pode ser perdido.

Dependendo de quanto tempo estamos sem atividade física, veremos as seguintes mudanças:

- Dois ou três dias sem se exercitar: não haverá contratempos, você pode até melhorar a sua condição física porque o descanso e a assimilação do treino são favorecidos.

- Uma semana sem se exercitar: sentir-se-á mais inchado e mais lento na hora de voltar a treinar, mas ainda não será motivo para perder a condição física.

- Um mês sem se exercitar: a capacidade respiratória será muito menor e o sistema cardiovascular será menos eficiente, o que também pode traduzir-se em perda de massa muscular.

- Mais de um mês sem se exercitar:a partir deste momento qualquer forma física se tornará uma mera memória, então será hora de recomeçar do zero!

Efeitos que não são vistos, mas sentidos…

Efeitos cardiovasculares

Num corpo ativo e principalmente, se estiver habituado a exercícios de resistência, a capacidade do coração de bombear sangue aumenta e o órgão fica ativo e forte.

Além da boa oxigenação geral praticar atividade física aumenta a capilaridade. Ou seja, cresce a capacidade dos vasos sanguíneos de irrigar mais áreas e órgãos. Um corpo bem oxigenado e bem alimentado não apenas se sente melhor, mas também faz melhor uso de seus recursos e desempenho.

Ao abandonar um treino e reduzir o trabalho dos músculos, o corpo consome menos oxigénio e também gera menos dióxido de carbono. A circulação também diminui, porque os músculos não precisam de suprimentos extraordinários de oxigénio para se manterem ativos.

O metabolismo fica mais lento

Um dos grandes benefícios do desporto é a capacidade de alterar o metabolismo, acelerando-o. Uma alimentação saudável e equilibrada e a prática de exercícios permitem atuar no metabolismo, que de outra forma gasta pouco e, portanto, tende a acumular energia na forma de gordura. O treino, ao aumentar a massa muscular, força o metabolismo a consumir mais energia, que não é armazenada.

Por outro lado, o exercício, em geral, facilita a diminuição dos níveis de glicose no sangue, razão pela qual o risco de diabetes também é reduzido.

Adeus ao bem-estar mental

Finalmente, o exercício também tem efeitos na nossa mente. Ao exercitar-se, são libertadas endorfinas, que geram uma sensação de bem-estar e está comprovado que sentir-se melhor psicologicamente afasta o risco de depressão, além de fortalecer a auto-estima e ter uma vida mais plena.

A RM Trainer ressalva então que, como pode comprovar, só existem boas razões para se manter ativo! Pense nisso quando estiver mais desmotivado.

Lembre-se, parar é morrer…